Login

5 sinalVital

Coincidindo com a comemoração do 5º Dia Nacional de Luta Contra a Dor, a Direcção Geral de Saúde publicou, no dia 14 de Junho de 2003, uma circular normativa que institui a “Dor como 5º Sinal Vital”. Sendo o resultado de uma proposta da Comissão de Acompanhamento do Plano Nacional de luta Contra a Dor, e uma aspiração antiga da Associação Portuguesa para o Estudo da Dor, a equiparação da dor a 5º sinal vital significa, concretamente, que se considera como boa prática clínica, em todos os serviços prestadores de cuidados de saúde, a avaliação e registo regular da intensidade da dor, à semelhança do que já acontece há muitos anos para os 4 sinais vitais, nomeadamente a frequência respiratória, frequência cardiaca, pressão arterial e temperatura corporal.

A circular normativa, refere ainda as escalas que deverão ser utilizadas na avaliação da intensidade da dor, dando algumas instruções básicas sobre a sua utilização. A obrigatoriedade da avaliação e registo da dor tem uma enorme importância, dado que, sobretudo por motivos culturais, a dor é ainda inúmeras vezes subestimada, escondida, negada e, consequentemente, negligenciada, tanto pelos doentes como pelos profissionais de saúde.

Por outro lado, tornando a dor visível não é possível ignorá-la, sendo imperioso estabelecer uma estratégia terapêutica adequada ao seu controlo, o que vai contribuir decisivamente para melhorar a qualidade de vida dos doentes e reduzir a morbilidade, nomeadamente no que se refere à dor aguda pós-operatória cujo controlo é um dever ético dos profissionais de saúde, um direito dos doentes e uma condição indispensável à necessária humanização das unidades de saúde do País.

 

 Download